domingo, 8 de novembro de 2015

Se Moda é Arte?






Liberdade implica mudança ou até mesmo retirada de enquadramento. Aqui não se trata de um discurso linear. Aqui não se trata de recorte histórico. Tudo o que vem hoje à baila é provisório? Miscelânea de imagens que falam por si mesmas. Supermercado de estilos. A imagem sempre se apresenta de forma mais convincente com a sua riqueza em essência não-verbal. As imagens se ligam a nós de forma intuitiva, irracional, surreal. 

A questão não é se a moda é apta para arte, mas se os artistas (designers-estilistas) querem fazer arte com suas técnicas. Belo, simples e puro o pensamento de Hans Belting que afirma: "A arte está ligada de modo renitente a um artista que se expressa pessoalmente nela e a um observador que se deixa impressionar pessoalmente por ela. Assim, ela é secretamente rival da técnica, cujo sentido precípuo consiste em que ela funciona ao ser usada e cujas informações contudo dizem respeito não a um criador, mas a um usuário?".



Ressalta-se a importância da auto observação e conhecimento desse criador que deve estar atualizado de sua natureza para construir sua própria rede e manancial de criação. Não podemos esquecer do olhar atento para o usuário, ou seria, o espectador, que espera ansioso (mesmo que inconscientemente) pelo próximo espetáculo-performance-desfile que irá enaltecer seus sentimentos e desejos mais íntimos. E, que, entendendo ou não, objetivamente ou  não, a mensagem (conceito) que se almeja comunicar, está integralmente ou parcialmente sendo afetado por uma manifestação (trama) social-cultural-econômica-política ARTÍSTICA através das cores, formas, linhas, texturas e silhuetas do vestuário. 

Ah o corpo! Esse corpo humano que experimenta a si mesmo. Impressões que se ajustam ao caráter fugaz da percepção atual.  


Chegou a hora do design do design. Chegou a hora de vestir o corpo na moda arte. Chegou a hora de dar tempo ao tempo. De vivenciar a parte mais gostosa: a pesquisa, a criação, o processo. Do coração para a mente para as mãos. Do sentir, observar, agir. 

Tudo ao mesmo tempo agora.

Que tipo de arte você quer fazer?

Eu vou existir e resistir. Vamos?

Renata Santiago
20:43


+++ Colagens: 







Nenhum comentário: