terça-feira, 2 de junho de 2015

Sobre a Psicanálise

(A Queda, de René Magritte)

A psicanálise é um método de trabalho, uma teoria e um método de pesquisa. Utilizada em todos os serviços que utilizamos na empresa e fazendo parte, portanto, da nossa cultura organizacional. 

Como definir psicanálise? Uma teoria que pode se transformar também em prática (método de tratamento de diversos transtornos mentais) assim como método de pesquisa que pretende explicar o funcionamento da mente humana.


São dois os fundamentos da teoria psicanalítica:

1) O aparelho e processos psíquicos são constituídos por materiais de origem inconscientes. Portanto, a consciência não é mais do que uma fração de nossa vida psíquica total.

2) Os processos psíquicos inconscientes são dominados por nossas tendências sexuais.

A psicanálise é um método de investigação teórico criada por Sigmund Freud em um contexto histórico peculiar: a consolidação da modernidade. Época em que a autonomia e a liberdade do indivíduo eram valorizadas, onde cada um passou a ter a responsabilidade de criar o seu próprio destino e imagem. Constituindo uma teoria da personalidade que retrata estruturas mentais a psicanálise busca estudar o comportamento humano.


A psicanálise operou uma novidade cultural. Constituiu-se, inicialmente e nas palavras de Freud (1925, p.266) como “uma intencionalidade puramente terapêutica”, na busca de “um novo tratamento eficaz para as enfermidades neuróticas”. Freud (1919) até mesmo afirmou ser essa “intencionalidade terapêutica” a sua mais importante significação, devendo-se a ela o prestígio da psicanálise na sociedade dos homens.

Vale ressaltar que a psicanálise representa um instrumento importante para a análise e compreensão de fenômenos sociais relevantes: as novas formas de sofrimento psíquico, o excesso de individualismo no mundo contemporâneo, a exacerbação da violência etc.

Aspectos como a cultura e a sexualidade são essenciais para o entendimento dos fundamentos psicanalíticos. Utilizando a fala como meio, se propõe a verificar os discursos do sujeito através das manifestações do inconsciente (visto como a instância que contém aspectos ocultos ao consciente, mas influenciadores de todo o resto): como os sonhos, os chistes, os esquecimentos e os atos falhos.



Dr. Ivo Rafael Pinheiro (CRP-11/08023)
Psicólogo Clínico - Abordagem: Psicanálise
(85) 9154-2062
 
Consultório: 
Torre Saúde São Mateus 
End: Av. Santos Dumont, 5753 - Sala 103 
Papicu - Fortaleza - CE
Tel:. (85) 3265-8210

Nenhum comentário: