domingo, 13 de outubro de 2013

Devaneio de domingo


Hoje é dia de devanear com as palavras
Gozar das cores
Brincar de flores
Desvendar os amores
A vida pede calma, fome, gana
O mundo clama raiva, cor, grana

A vida pede sonho, sono, manha
O mundo pede sabor, dor, flor

E se todos querem o mesmo
E se ninguém quer nada?

E se tudo ainda for pouco?
E se pouco ainda for muito?

O mundo agride
A vida perdoa
A marca fica
Como você vai sublimá-la? 

Resta entender que o vazio está em tudo
Em mim
Em você
Está em todos
Como você irá esvaziar? Como você irá preencher?

A natureza não perdoa
Só se ama quando se desprende
Só se reconhece
Quando se larga

Resta entender a largada
Resta mirar a chegada
Resta saber finalmente que a sabedoria não é um fim
E sim o próprio caminho

Renata Santiago


Nenhum comentário: