sexta-feira, 6 de julho de 2012

Paris: ruas e passarelas.

Durante essa semana Paris ficou rodeada (ainda mais) de estilosos, fashionistas, jornalistas e estilistas. Uma alta costura mais real e um tanto quanto austera nas passarelas (com exceção de Jean Paul, ele deve nos divertir). Uma mistura gostosa nas ruas. Vimos cores, temos flores. Há brilhos. E em ambos os espaços há palco para detalhes e sonhos. O interessante é quando a gente percebe que é sempre nas ruas que ousamos mais. 

Afinal, com a crise lá fora (e que indiretamente também atinge a gente aqui) todos estamos com os pés firmes no chão. Precisamos criar com baixo custo, trabalhar com pouco estoque e o essencial: ainda vender desejos e não apenas necessidades. Precisamos usar a criatividade, make the profile e ainda por cima, inovar. E enquanto consumidores, pouco comprar, muito inventar, adoçar, esquentar. Lembro de Che: Hay Que Endurecer, Pero Sin Perder La Ternura Jamás! O desafio está lançado! 



Imagens: Reproduçã Internet (FFW e Style.com)

Nenhum comentário: