terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Voz e estilo: Mallu Magalhães

Que a voz dela é puro charme a gente já sabia desde 2007 quando a menina com estilo de "molequinho" gravou 4 músicas na aventura e colocou na internet (pelo famoso MySpace): "Tchubaruba" foi o início, "J1" inesquecível (quem escuta lembra), "Shine Yellow" uma gracinha.. a voz sempre marcante, mas faltava o visual, faltava crescer. Desculpem, na verdade não que faltasse, era apenas uma questão de tempo (como tudo na vida).Que linda música é "Janta". Mallu merece sim muito estudo, fãs, ouvintes e dedicação. 




Chegou aos 19 como uma instrumentista de "mão cheia": vocal, violão, gaita, banjo, piano.. e outras mil e uma invenções que divide com Marcelo Camelo, seu companheiro inseparável desde 2008 naquele famoso show no Morro da URCA, RJ. Precoce? Não. Eu diria selvagem, faminta, como toda artista. Mallu é digna e representa uma grande inspiração. 





Como a gente, adora os gêneros folk e indie, arrisca um sambinha do bom e até um reggae. "Velha e Louca" já virou um vício desde sábado (primeira vez que ouvi). Como a gente, curte o estilo sessentinha no visual. Como a gente, adora Johnny Cash, Bob Dylan e como arrasa reinterpretando clássicos da MPB como a "tonga da milonga do kabuletê", escrita por Vinícius de Moraes e Toquinho em 1970 (em protesto contra a ditadura militar). DEMAIS! 









Mallu também tem um blog e adora se dedicar aos prazeres da escrita como expressão. Só clicar aqui para conferir! ;)

Um comentário:

Ana Carolina disse...

Numca achei a Mallu feia, achava meio maluca e infantil mas era uma coisa fofa.
Teve um tempo que ela forçava pra ser diferente, mas agora é uma versão 2.12 muuuito melhor

Velha e louca gruda como chiclete