quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Supermercados de SP decratam o fim às sacolas de plástico



 
No dia de seu aniversário, a cidade de São Paulo deu mais uma prova de sua magnitude enquanto metrópole pensante, ousada, inovadora.
 
Os supermecados deixam de distribuir as tais sacolinhas de plástico, responsáveis por sujar as ruas e bueiros, contribuindo para o aumento do lixo não degradável facilmente. Ou seja, maltratando significativamente a natureza. A partir de agora, quem quiser sacolinha em SP pagará cerca de R$ 0,19 pelas biodegradáveis.
Nós apoiamos essa iniciativa da cidade de SP. O marco vai muito além de prejuízos econômicos ao consumidor, devemos ressaltar o benefício que isso trará a longo prazo para a vida de cada ser humano. O que você prefere?! O bolso ou a saúde? A comodidade ou a mudança de atitudes para um futuro melhor?!
 
Vale ressaltar que em BH, uma lei municipal proíbe a distribuição de sacolas plásticas comuns desde abril do ano passado. Só as biodegradáveis podem ser usadas.
 
Devemos lutar por um mundo mais sustentável. Usem a criatividade para sair do conformismo dos velhos hábitos. 
 
 
 
Crie a sua sacola retornável e vá às compras com a consciência tranquila de quem não está agredindo o meio ambiente.  
 
Parabéns São Paulo. E que tal atitude alcance também Fortaleza! 

Nenhum comentário: