terça-feira, 3 de janeiro de 2012

O caos em Fortaleza



Os policiais militares e os bombeiros em greve, arrastões, assaltos.. a cidade tomada pelo medo, entre fatos e boatos. Os trabalhadores têm o direito da greve? A população têm o dever de ficar em casa? E o governador tem o prazer de viajar para Paris? 

Detesto alimentar o fogo, mas depois do que hoje vi pelas ruas da cidade tinha de vir aqui e falar o que senti: REALMENTE EVITEM SAIR DE CASA. Percorremos a BR116, Av. Monsenhor Tabosa, Av. Santos Dummont, Av. Antônio Sales, Av. Eng. Santana Jr e Rogaciano Leite, posso dizer que nunca vi nada igual: pessoas correndo com medo, o comércio fechado, farmácias e supermercados idem.. todos escondidos. 

Para ser mais exata, cerca de 2.447.409 pessoas confinadas. Sitiadas. Qual o tamanho desse absurdo para você?! A Justiça determinou o retorno imediatos dos grevistas.. mas e? Nada mudou. Nada provavelmente mudará até o nosso digníssimo Governador Cid (Fora!) Gomes se manifestar a respeito do caos que estamos vivendo desde o início do ano, que já começou sem aquela paz que tanto pedimos.

Mas vem cá, aonde mesmo ele estará agora? Contemplando o Jardin dês Tuileries ou fazendo compras na Champs-Élysées? Fortaleza quer saber. Fortaleza quer trabalhar. Fortaleza quer viver com dignidade.

Enquanto isso, somos assaltados, humilhados, temos de adiar e perder compromissos. Enquanto isso, "queimamos" literalmente o filme da nossa cidade com os turistas que tanto alimentam a nossa economia. Enquanto isso, a nossa falta de segurança e organização vira notícia Brasil e mundo afora. Enquanto isso, ouvimos helicópteros e pensamos, torcemos, esperamos.

 

 

Nenhum comentário: