segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Especial SPFW: Balanço Final


Ao contrário da juventude fresca do Fashion Rio, o SPFW apresentou uma linguagem de moda mais madura, elegante, do tipo "senhora rica". 

Alexandre Herchcovitch não impressionou. A mistura de materiais e o jogo de proporção não foram lá dos melhores. Embora, a sua imagem de moda seja sempre forte. Adoramos as rendas "ouro" e o tom de amarelo meio torrado. Pedro Lourenço surpreendeu com o surrealismo das suas estampas de paisagem. O grafismo veio mais discreto e permeado por assimetrias.


A Osklen apresentou formas confortáveis, transparências, o tal veludo molhado e cores maravilhosas. Tufi Duek arrasou na silhueta e riqueza de texturas. Sabe aquele tipo de roupa que a gente fica morrendo de vontade de pegar, experimentar?!



A mulher de Lino Villaventura é ousada. A mistura de materiais, inspirações e volumes nas criações do estilista "da terrinha" é sempre surpreendente. Concordam?! Um verdadeiro mix de assimetrias e texturas: tecidos fluidos e estruturados, brilhos, plissados, estampas. Chama Gaga que ela vai adorar!


Super adorei o desfile de Fernanda Yamamoto. Shape confortável, mas nada óbvio. Estampas ricas e coerentes. Recortes interessantes. Assim como também muito me chamou a atenção o estilo de Juliana Jabour: simples, limpo, elegante. Quem não vai querer usar esse amarelo?!



Falando em amarelo, a Colcci trouxe peças super desejáveis, recheadas por um sex appeal misterioso temperado pela presença de Alessandra Ambrósio (morta de linda!).  A Iódice, outra surpresa boa dessa estação, trouxe uma mulher decidida, mutante, séria.



Seriedade também marca a imagem de moda da grife Huis Clos que trouxe peças bonita, confortáveis, gostosas. E por último, mas não menos importante, temos os destaques do desfile da Triton que a gente super curtiu. Principalmente, no quesito estampas. E mais uma vez ele, o amarelo, personagem principal dessa temporada.




Nenhum comentário: