quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Na tendência da personalização e sustentabilidade


(Pierre Cardin foi o primeiro a realizar um desfile prêt-à-porter, em 1959)

Se nos anos 1960, a moda do sob medida perdeu espaço considerável para o frenético prêt-à-porter ("pronto para usar"), observo que nos dias de hoje (com todo o conhecimento e disseminação dos conceitos de sustentabilidade) começamos a priorizar o retorno à personalização, através da valorização da exclusividade, de uma roupa que preze por mais qualidade e que por consequência possua um ciclo de vida mais longo. Nada totalmente contra o fast-fashion e a massificação (até porque sua existência também faz a "roda girar") do vestuário, mas eu como estilista luto por uma política de moda que seja mais limpa e justa. 

Encaro a sustentabilidade como um valor inovador, ainda em expansão no setor de moda. A sua adoção dentro da indústria visa a uma reinvenção de princípios, já que vai contra o consumo desenfreado pregando que se deve produzir algo que tenha o mínimo de impacto para o futuro, como também que seja uma atividade que gere empregos e pregue o comércio justo. O conceito de sustentabilidade é recente e surgiu da necessidade de se conseguir crescimento econômico sem destruir o meio ambiente. Para mim, o grande desafio do profissional de moda na atualidade, é o desenvolvimento de um produto e/ou serviço de moda adequado ao cenário do desenvolvimento sócio-ambiental sustentável. 

 
Prova disso é a marca Gucci que acaba de lançar o seu novo serviço personalizado, uma linha de alfaiataria masculina toda feita sob medida, através da campanha "O mundo inteiro é um cenário" com o belo e super talentoso ator James Franco. O serviço oferece 82 diferentes tecidos (incluindo lã, cashmere e seda) que podem ser combinados com forros e bordados.  Vale ressaltar que também haverá uma linha de sapatos todinha sob medida, onde os clientes poderão escolher entre 178 possibilidades de combinações de cores e tecidos.

(foto: Nathaniel Goldberg)


“James tem um talento inato para misturar a elegância clássica com o estilo contemporâneo, interpreta o estilo formal de uma forma muito própria, fiel ao nosso estilo “Made to Measure” (Feito à Medida). As peças de roupa feitas à medida representam a expressão definitiva do estilo próprio masculino”, diz Giannini.(Frida Giannini é diretora criativa da marca italiana)

 


Curtiu? A marca promete em breve (no começo de 2012) chegar ao Brasil  (no Shopping JK Iguatemi) com a novidade. 

Nenhum comentário: