quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Pedro Lourenço e seu legado

Pedro Lourenço na semana de Paris: aqui, agora, acabou de sair. Difícil não curtir os geometrismos ousados e a juventude refrescante que o designer prodígio anda aprontando para a nossa "moda" de todo dia. Com arrogância parisiense e a astúcia de um bom brasileiro, dá para sentir no seu produto uma linguagem internacional, aquela tal tendência globalizante a que tanto estamos discutindo. Fenômeno delicado de lidar como tantos outras sutilezas que nós estilistas temos de percorrer. E dessa maneira assim cheia de referências fortes (aliás, fortíssimas.. e como haveria de ser vindo de onde veio?), Pedro nos mostra o seu azul assim como o seu amarelo. Também nos apresenta o seu tecido metalizado, a sua saia comprimento midi e mais uma vez afirma a sua identidade: o gosto pela mulher urbana, moderna, do asfalto. E mais ainda, a vontade insana de brincar na modelagem de seus retângulos mágicos.







Nenhum comentário: