segunda-feira, 29 de agosto de 2011

1960, revoluções.


 Não é de se admirar que volta e meia marcas  poderosas de moda e design criem coleções e produtos com mood total 60´s. E mais ainda, que marcas possuam impregnadas em seu DNA características daquela década tão forte e inesquecível, marcada por revoluções em aspectos sociais, culturais e políticos. 

 





A primeira geração do pós 2a guerra mundial estava prester a ficar adulta e foi aí que a juventude assumiu valores de status tornando-se modelo de referência mundial. Esses mesmos jovens, ávidos por voz e experiências, passaram a manifestar seus pontos de vista através de artes como a moda, a música, a literatura. A sexualidade parou de ser um tabu e era escancarada em livros e filmes. As imagens do que era feminino e masculino transformaram-se mais uma vez. O termo andrógino fica em evidência. Um tipo de mulher ideal se forma substituíndo aquela senhora dona de casa elegante: a mulher-menina (aparentemente frágil e ingênua), sexy e ao mesmo tempo com olhos e corpo de criança. Twiggy é o grande exemplo.

O seu vestuário? Blusas transparentes, mini-saias, tecidos rígidos , sintéticos, com corte direito e um pouco evasê. Segundo Lehnert (para mim, a maior historiadora de moda ever), a linha trapézio apresentada por YSL em 1958 foi de extrema importância para a moda dos anos 60. A verdade é que os vestidos não tinham aquela cintura marcada da década anterior, eles eram estreitos em cima, alargando para baixo e com comprimento até à altura do joelho. Surgiu um novo conceito de loja: as primeiras boutiques (destaque para a "Biba" de Barbara Hulanicki), onde se vendia roupa jovem e moderna. Nada de grandes estilistas estrelinhas em evidência. Quem ditava mesmo as tendências e rumos da moda? as estrelas do Pop, a TV e o cinema. Catherine Deneuve, Brigitte Bardot, Jane Birkin, Jacqueline Kennedy, Jean Shrimpton, Jimi Hendrix, The Beatles, Bob Dylan, The Who, Janis Joplin, Op-Art, Pop-Art, "Swinging London". Revoluções! Como não adorar? 


























Nenhum comentário: