domingo, 26 de dezembro de 2010

o eterno, Leonardo da Vinci.


(Auto Retrato)


Esse é Leonardo da Vinci (1452-1519), ariano, muito além da palavra criativo, mestre, pintor, cientista, inventor, anatomista, poeta, músico e o gênio número 1 da humanidade com o QI único e estimado em aproximadamente 180. Mais do que alguém à frente do seu tempo, Leonardo sempre defendeu o fato de o homem ser o próprio ser divino, pleno, livre e capaz de tudo.

Ao estudar Da Vinci, reconheço um grande professor e conhecedor da alma humana. Um neurolinguista nato e único na história. Combatido como todos aqueles que se destacam. Não entendo o porquê de não ser ainda mais aclamado, estudado e mais, adorado.


"Quando ouvimos os sinos, ouvimos aquilo que já trazemos em nós mesmos como modelo. Sou da opinião que não se deverá desprezar aquele que olhar atentamente para as manchas da parede, para os carvões sobre a grelha, para as nuvens, ou para a correnteza da água, descobrindo, assim, coisas maravilhosas. O gênio do pintor há-de se apossar de todas essas coisas para criar composições diversas: luta de homens e de animais, paisagens, monstros, demônios e outras coisas fantásticas. Tudo, enfim, servirá para engrandecer o artista." (Leonardo da Vinci)



(O homem vitruviano)


"Que o teu orgulho e objetivo consistam em pôr no teu trabalho algo que se assemelhe a um milagre." (Leonardo da Vinci)


(A última ceia)


"As mãos e os braços, em todas as suas ações, devem exibir a intenção da mente que os move, até quando for possível, porque, por meio deles, quem tiver um bom julgamento mostrará intenções mentais em todos os seus movimentos." (Leonardo da Vinci)

(Mona Lisa)


"Faça sempre suas figuras de tal modo que o tronco não esteja orientado na mesma direção da cabeça. Deixe o movimento da cabeça e dos braços ser suave e agradável, valendo-se de diferentes giros e torções." (Leonardo da Vinci)

(Lady with an ermine)


"A pintura é poesia muda; a poesia, pintura cega." (Leonardo da Vinci)

------

Eterno!

Nenhum comentário: