quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Curtinhas que viraram longas












As notícias boas sempre vêm, não adianta se afobar.. como diz Chico, nada é pra já. Ou até é, mas como diz aquela frase: é melhor se apaixonar pelo caminho do que só pelo destino. Acredito mais no daqui para frente do que.. esqueci. É isso, na vida tudo é transitório, e isso é o mais interessante dessa loucura boa. Muito boa!

O confronto é extremamente positivo a longo prazo. A inércia é a morte para mim. Acredito mais na lei dos bichos animais do que na dos bichos homens. Os homens são hipócritas e todos os dizeres acabam sempre caindo em contradição. Assim sendo, o que vale mesmo é a força bruta, é o não recuar frente ao leão feroz, é aumentar de tamanho para parecer, literalmente, maior.

Iraciva, essa palavra me veio bastante esses dias. Era esse termo que o tio Elder utilizava quando se referia ao meu modo de ver o mundo e lidar com as pessoas. Defesa? Prefiro chamar de ataque. Aliás, ando querendo atacar, e me mordo por dentro quando não posso, igual aos vampiros. Os bruxos são mais cautelosos. Eu fico com o instinto.

Os dias que se seguem não serão aquelas férias do tipo praia, clube, cinema e televisão. Serão dias mais desafiadores e até dolorosos. Portanto, dos bons. E simplesmente porque eu escolhi que fosse assim. Tudo isso porque resolvi não pôr aquela ordem repressora que tanto recrimino. Tudo isso porque continuo na missão de endurecer, sem perder a ternura.


É nesses momentos que noto que tenho valores fortes e uma personalidade daquelas. E também que as pessoas se vão, mas os poucos e bons sempre deixam um rastro eterno e com cheiro de nostalgia gostosa dentro da gente. Aprendi que tinha de me defender sozinha, desde pequena. E desde lá, abati tanto cordeiros quanto hienas. Nada mais me surpreende. Se isso é bom? Mass é claro. A ingenuidade quando é inata não se perde fácil frente aos dissabores cotidianos.


---

E as notícias boas?

1) Achei o meu pen drive e os desenhos valiosos que nele estavam voltaram para a dona. Estava embaixo da cama. Ou seja.. procure os seus pertences sumidos na mesma!



2) Que tal esse penteado super improvisado e descolado que a Mari fez em mim e prendeu com uma caneta na empresa?



3) O trabalho vai bem. Esses dias, estou criando tudo com um pé no militarismo e outro no estilo girlie. Estou louca para fazer um blog da marca para mostrar tudo para vocês, day by day. O projeto está nascendo..



4) Animada com os livros e materiais (sem palavras para descrevê-los) que a Adriana emprestou para que eu devorasse nos dias que restam.




5) Os melhores amigos:


6) Noel ainda conversa comigo:




7) Orgulhosa de estar me entendendo de vez com o photoshop:



E FUI que tenho que terminar um milhão de desenhos pra amanhã!



Nenhum comentário: