quarta-feira, 1 de setembro de 2010

"Ganhar ou perder, mas sempre com democracia"



Hoje é o centenário do Corinthians e eu não podia deixar de falar sobre esse time tão apaixonante aqui no blog.

Pensando no que comentar para vocês, veio o fato mais importante (na minha opinião) da história do clube: A democracia cortinthiana!



Vocês já ouviram falar?

O movimento foi liderado por jogadores altamente inteligentes e politizados:
Sócrates , Wladimir, Casagrande e Zenon. O maior movimento ideológico da história do futebol brasileiro aconteceu em 1982 quando Waldemar Pires foi eleito para assumir o Corinthians e escolheu Adílson Monteiro Alves (sociólogo) para ser o diretor de futebol do time.



A revolução foi grande já que todas as decisões importantes do clube, eu disse TODAS, eram decididas pelo voto, constituindo uma verdadeira autogestão! Vale ressaltar que todos os votos tinham um peso igual, dos jogadores ao presidente.

E mais ainda, estávamos em plena ditadura militar, em um período onde nenhum cidadão tinha liberdade total e muito menos direito de fala.

Revolução e inovação, já que o Corinthians foi o primeiro clube a ilustrar a sua camisa com publicidade. Idéia do genial Washington Olivetto (foi ele o criador do termo 'Democracia Corintiana').



(Washington Olivetto)

Frases de cunho político como "diretas-já" e "eu quero votar para presidente" eram estampadas nas camisas corinthianas! Desconforto geral para os militares, que até pediram moderação ao clube!


"O resultado desse sistema revolucionário foi próspero. O time chegou de cara nas semifinais do campeonato brasileiro daquele ano, e conquistou o campeonato paulista em 1982 e em 1983. Além disso, durante o período de autogestão, o Corinthians quitou todas as suas dívidas, e ainda deixou para o próximo período uma reserva no caixa de US$3.000.000." (fonte: Wikipédia)



Demais! Posso dizer que não nasci corinthiana, mas me apaixonei loucamente por um corinthiano que me fez amar a história envolvente desse time. Hoje em dia eu canto: "Eu nunca vou te abandonar, porque eu TE AMO"

Beijos e viva o meu TIMÃO!

PS: Esse brasileirão é nosso e ninguém tira!

Nenhum comentário: