quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Você acredita em coincidências?



Eu, definitivamente não acredito. Para mim, coincidência significa apenas uma palavra mitológica que ajuda a definir o acaso, o misterioso. Não estou falando exatamente daquele papo de o segredo e da tão aclamada importância da energia. Todos sabemos que ela existe, é explicada como química, mas na verdade tem explicação mesmo é na física.

A ciência até que tenta, a religião jura por tudo que é mais sagrado que sabe a resposta, mas a verdade mesmo é que até agora ninguém racionalizou mesmo ou forneceu de bandeja o A B C daqueles causos que ditam e re-editam a nossa vida a todo instante. Os caminhos são múltiplos, chega a ser irracional achar que estamos aqui por acaso.

Na minha opinião são interpretações! Que a vida é do jeito que a gente a vê todo mundo já sabe, mas ninguém imagina ou quer assumir que tudo é do que jeito que deve ser. Ou melhor, que se isso está acontecendo agora é porque já estava ali te esperando, do mesmo jeito que, o amanhã, se Deus quiser, está lá esperando por mim. Não estou me ausentando do processo da escolha, e sim falando do porquê de ela estar ali e da própria variedade das possibilidades dentro de cada caminho.

Não sei vocês, mas na minha vida sempre foi assim: sempre que passa, sei porque aconteceu, e bem ou mal, acabo rindo e entendendo direitinho que aquilo ali era pra ser vivido exatamente por mim, ali naquele momento, daquele jeito (mesmo também sempre existindo aquela vontade de mudar isso e aquilo).

Somos seres humanos gente: a nossa arma é exatamente dar significados. Quando poder!

É por essas e outras que sempre bato na mesma tecla: seja você porque assim tudo há de ser lei!

E o bom da lei é que ela acaba nos governando de uma maneira bem peculiar e de certa forma, sempre há de conspirar para o que é seu por direito. Não se perca em manuais alheios!

Não perca seu dever!

Para mim é que nem malhar todo dia só para poder comer um brownie toda noite!

Tá na moda dizer o que se pensa, tá na moda observar e saber de tudo o que o seu conhecido também faz, veste, bebe, come e pensa. Encerro esse papo com apenas um questionamento?

Como isso interfere na sua vida?

Que tal dançar e beijar mais horas do que você gasta twitando suas peripécias ou olhando imagens sobre o olhar atento da telinha do computador?

O universo agradece!




Alors danse et bises!

Imagens: olhares.com

Um comentário:

formaxima.com disse...

Renata passei para conhecer seu blog ele é not°10, show, espetacular desejo muito sucesso em sua caminhada e objetivo no seu Hiper blog e que DEUS ilumine seus caminhos e da sua família
Um grande abraço e tudo de bom
Ass:Rodrigo Rocha