sexta-feira, 14 de maio de 2010

Sonetos de Outono por Marleudo Costa




“Que chegue, trazendo brisas frias
Derrubando folhas, tristezas e solidão
Que leve, todo exagero
Que reste, luz fraca, brisas e lembranças
Suave, ameno e confortador
Triste, mas aceitável
Nada de paixões ardentes
Nada de dores profundas
Só a suavidade de ambas, calmaria sem explosão
Suave torpor que confunde mas não se perde
Leveza de todo o sentir
Nem tão calmo, nem tão breve
Outono
Estação e Sentimentos”

(Autor desconhecido)




Gente, saiu a nova coleção de Marleudo Costa, integrante forte do cartel de talentos da UFC. Sempre mergulhando em universos lúdicos e ricos em signficação, Marleudo há tempos lança novos olhares no mercado de "lingerie-conceito".

Confira o Release:

A coleção Sonetos de Outono faz uma viagem ao imaginário de um ser humano e seus sentimentos, e retrata os mesmos em suas mais diversas formas de expressão, além de interpretar a beleza da complexidade dos contrastes entre os mesmos. Nela, assim como acontece com todo seu humano, há espaço para a análise da tristeza, da melancolia e da saudade de um amor perdido, por exemplo.



Na cartela de cores, predominância do preto, que é balanceado com a presença do branco, representando a leveza e o renascimento de alguém que está disposto a recomeçar sua vida, a intensidade do vermelho, e a neutralidade dos tons de rosa-seco e verde-água, fazendo alusão à calmaria que se hospeda após uma tempestade de sentimentos, arruinados. Para dar a pincelada final neste universo que ora aparece confuso, ora é tão claro para quem o interpreta, estampas com motivo floral, coordenadas com rendas e microfibras lisas. Aposta-se ainda em calcinhas e soutièns feitos com estampas de grafismos, fazendo uma perfeita alusão ao poema que serviu como fonte de inspiração.



Na modelagem, a fluidez se confunde com a austeridade, e se reflete em camisolas soltas, dividindo espaço com a cintura marcada em corsets, espartilhos e ligas. Tudo coordenado na medida certa, como diz o poema, “Nem tão calmo, nem tão breve”. Nos tecidos, o uso de microfibra, tule, renda jacquar, chiffon e tafetá garante um equilíbrio perfeito na dualidade que se deseja retratar com o conceito da coleção.



Poder, muito poder! Adorei o conceito e as peças preview.. Vamos ficar de olho em Marleudo, pois ele sempre nos apronta boas peças!!!!!!

Um comentário: