sexta-feira, 9 de abril de 2010

Não quero apenas captar, quero DESVENDAR!



As vezes me sinto saturada, afundando em conteúdos flutuantes. De vez em quando consigo subir, respirar, secar um pouco a piscina.

Tanto já aprendi nesses quase 3 anos e meio de faculdade, mas anseio por aprofundamento, clamo por tempo!

Tempo, bem mais raro. Tudo é mutável, nada está preso no espaço. Tempo, quero tempo! Esse não encontramos no mercado.

Mas daí vem outro dia e outro dia e mais 24 hrs.. e a piscina sobe de novo!

Nada vale a pena se não consigo conservar a minha pureza. Prezo acima de tudo por pensamentos autênticos.

Mergulhar fundo no que se quer para mim é mais do que necessário. Pesquisar, Pesquisar, Pesquisar.. e refletir? Refletir é preciso!

Esse blog sempre foi um espaço precioso para mim. Sou contra a banalização e o joguete de idéias sem conteúdo.

Tudo o que escrevo aqui vem de dentro, de um dos meus dois lados.

Porque tenho dois, o esquerdo e o direito.
Um me lança, o outro me puxa.
Esse me anima, aquele me reprime.
Um me dá esperança, o outro me cansa.

Não queira copiar. Lute para se encontrar!

Não consigo fingir que nada está acontecendo. Não estou conseguindo pensar em "roupas" quando a maior tendência do momento é a destruição da própria noção de sobrevivência.

Como o pior câncer já existente, assim é o homem. De pouco em muito, vai minando todos os sentidos de si e da natureza. Cuidado com ela.

Não vou tentar organizar o caos, porque já sei que ele me dará de presente uma nova ordem.

CHEIO X VAZIO : O grande paradoxo do momento.

Esse blog assim como quem o escreve, estão em construção. Cozinhando novas idéias. Viva a sublimação? Não sei não.

Um comentário:

Déborah Simões disse...

amei esse texto, cunhada.. você deveria escrever mais textos nesse estilo... textos que falem de você...