terça-feira, 30 de março de 2010

Fazia tempo que não sabia que você era assim..


Essa raiva gritando
um aperto no peito que invade o estômago
e provoca um frio na barriga que faz até as pernas formigarem

Pensamentos embaralhados
sem sentido
idéias soltas no ar
pensamentos descordenados

Expressão intacta
olhos fixos
dentes prontos para atacar
boca esperando apenas a hora de começar
garganta seca

Saco
cheio

Nada existe
ninguém importa
apenas uma vontade
que vontade?

Satisfação incompleta
insatisfação agressiva
Correr, fugir
para onde?

Chorar
para quê?
por quê?
Nem sei

Sem ver de quê
me pego assim
querendo ganhar no grito
porém, cheia de razão

Sem rumo
sem seu colo
sem pátria
sem vontade
sem palavras
sem blog
sem nada

Nenhum comentário: