sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

O Meu Adeus à Alexander McQueen


Que semana foi essa?

Ironia do destino: eu que sempre adorei uma novidade, hoje fico maluca com a correria e as novidades diárias sem fim.





Ontem fez uma semana que o maior estilista vanguardista e imaginativo da atualidade morreu! Vou tentar retratar da maneira mais simplória o que Alexander McQueen representa na moda para mim:




IIIIII ...... IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII .... IIIIII x I

(Essa bando de I juntos, representa nós meros estilistas que seguimos nossos instintos e, na maioria das vezes, bebemos todos da mesma fonte de alguma maneira)

x


(Alexander Mc Queen que sempre nadou contra a maré.. na vida, nas suas coleções, na sua visão da moda, do mundo..)




Universal, dramático e nada convencional. Fez de tudo, vestiu a todos. É como ele dizia: "Não vou atrás de que comprem a minha roupa. Ou as pessoas gostam, ou não gostam."



A verdade é que gostando ou não, ele sempre chamou a atenção para todas as suas criações fantásticas. Típico londrino que era, usava a moda para se expressar, para gritar bem alto todo a emoção e o drama que guardava no peito.





Eu sou fã das suas cores, dos seus desfiles que dão medo, da sua modelagem impecável, dos detalhes impossíveis, do styling esquisito, dos seus calçados fálicos, das campanhas mirabolantes!





Sua morte foi uma perda enorme para o universo fashion. Ele sem dúvidas nenhuma era um GURU, não vejo outro que se compare a ele atualmente! Ele ditava e inspirava com seu gosto excêntrico e ousado.



Aguardaremos ansiosos a sua última coleção em Março.. na semana do prêt-à-porter de Paris!




É por essas e outras que nós artistas não podemos olhar muito pro abismo..

é preciso ter cuidado, pois um hora ou outra, ele pode tomar conta de você!




40 anos foram suficientes para transformar Alexander McQueen em um dos maiores estilistas da história da moda.

Descanse em paz, seu legado, sua mente geniosa já é imortal!

Nenhum comentário: