segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Lady Macbeth

Figurino elaborado para a peça Macbeth de William Shakespeare

personagem Lady Macbeth;

Perfil Psicológico:

Natureza X Vontade

Lady Macbeth é uma personagem cheia de ambigüidades e retrocessos. Determinada e apaixonada pelo poder. Alguém que pode ser tenebrosa, maquiavélica e cruel, porém ao mesmo tempo sublime. A peça possui um cenário escuro, demoníaco, com forças ocultas que influenciam os atos da personagem.

A personagem vive dois momentos. A sua ascensão, quando ela idealiza e lidera o plano de matar o rei Duncan. Nesse momento, possui traços histéricos, quando questiona a masculinidade de seu marido. No seu segundo momento, a decadência; observamos a destruição da heroína. Seu desespero advém da destruição de sua personalidade. Com delírios psicóticos, Lady Macbeth vive uma loucura que culmina na sua morte.

Lady Macbeth não era submissa e nem passiva à vontade do marido. Assim, distancia-se da norma feminina: frágil, sentimental e medrosa. Sua ousadia a faz violar a ordem natural, já que possui características masculinas como coragem, liderança e racionalidade.

Historicamente, Lady Macbeth é comparada com a rainha Isabel I, que também contrariando a ordem natural, precisou incorporar traços masculinos em sua personalidade a fim de governar a Inglaterra com êxito.

Personagem singular, sua personalidade é retrato e crítica de um contexto histórico, político e social. Lady Macbeth, assim como todos nós, luta e oscila entre o bem e mal.


por Renata Santiago

Nenhum comentário: