segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Filhas de Gaia 13Jan
















um desfile ousado, quente e cor ar oitentista (presente em quase todos dessa temporada..).
aliás, o ar, o vento e a iluminação permeiam toda a criação conceitual das peças.
um ar transgressor, rebelde e de despojamento chic.
as nervuras e texturas deram um clima mais sensual aos decotes e curvas.
degradês, furta cor, fumaça, envelhecimento com o tempo..
o preto realçando o branco e vice-versa.
achei um desfile interessante e como a maioria dos outros,
fantasioso demais!

No inverno 2009 da Filhas de Gaia, tudo acontece através de um vitral. Inspiradas pelo interior das igrejas góticas, as estilistas Marcela Calmon e Renata Salles apostam na luminosidade filtrada pelas grandes janelas e nos diferentes cenários que ela produz para dar o tom da coleção.
À noite, a imagem é soturna, negra, misteriosa. E, ao amanhecer, ganha cores fortes, vivas, quase mágicas.
As estampas exclusivas têm o reflexo dos vitrais, como se eles estivessem reproduzidos nas roupas ou como se servissem de espelhos para mostrar os ornamentos. As modelagens estão mais assimétricas, com muitos recortes que remetem aos arcos da arquitetura gótica. E o volume surge na parte de cima, em mangas e golas estruturadas.
Os tecidos são nobres ou tecnológicos, sempre mais encorpados. Há uma aposta em matérias-primas inusitadas como o veludo stretch de seda pura, que dá um efeito turvo à estampa. O couro colorido e metalizado, o tule e o cetim de seda pura também aparecem bastante.
Na cartela, entram o preto, o branco e as cores ofuscantes dos vitrais. É uma coleção cheia de contrastes e quebras de padrões que preserva apenas o tom transgressão-chique, uma marca da dupla.


fonte::: fashionrio.com.br

Nenhum comentário: