segunda-feira, 19 de maio de 2008

a praga..

o indivíduo moderno! Sem perceber, criamos nossa realidade.. aí vamos moldando aqui, ali.. tem as relações, o ambiente, nós mesmos.. a rotina, a vida, o trânsito.. e pronto.. la vem outro dia.. e outro e outro.. e a reflexão? e a mudança? quem é que pensa em si mesmo? eu penso.. penso em mim e penso nessa sociedade.. nessa cultura.. e cada vez que penso e vivo e vejo e sinto.. tenho mais certeza! Até quero ser dócil.. útil.. produtiva.. mas me sujeitar? NUNCA! mas me prender a padrões e a rótulos alheios? NUNCA! Permitir que se metam na minha vida ou no rumo das minhas decisões? Só o meu companheiro.. que eu sei que me ama e me respeita e ta comigo nessa.. Quero ser dona da minha própria vida, criadora da minha essência.. quero deixar um rastro sim, mas quero deixar principalmente a cabeça tranquila diariamente. Quero continuar acreditando nos meus sonhos e quero fazer o bem.. Chega de instituições que possuem o poder além de suas capacidades.. chega de dar o poder a quem já provou que é incapaz.. chega de repetir as mesmas histórinhas.. chega de vivermos em um teatro de fantoches..

Nenhum comentário: